-->

Google+ Badge

29 de set de 2010

Debate da RBS TV é palco de denúncias


O candidato ao Palácio Piratini pela Coligação Despertar Farroupilha (PRP/PTC), Aroldo Medina, participou do debate de ontem (28/09) da RBS TV. Sua participação foi significativa devido a suas acusações sobre os processos licitatórios do Estado e a forma como são realizadas as pesquisas eleitorais.

Visão geral do debate (Adriana Franciosi/ZH)
Medina criticou as pesquisas eleitorais e a manipulação que exercem nos eleitores. “A verdadeira pesquisa é a das urnas no dia 03 de outubro”, disse. O candidato pediu aos eleitores que votem conscientes e de acordo com as propostas de cada candidato, não de acordo com as pesquisas que servem apenas para favorecer alguns. Mais da metade da população ainda não decidiu em quem vai votar, essa é a maioria. Os partidos independentes farão diferença nos próximos quatro anos.

Medina e Clei Moraes, coordenador de campanha (Adriana Franciosi/ZH)
O candidato também aproveitou o debate para questionar a Governadora Yeda Crusius sobre a contratação de empresas fantasmas para execução de obras públicas. Como exemplo apresentou a denúncia que encaminhou ao Ministério Público contra a empresa SISTEMAX. A empresa que ganhou o processo licitatório para a instalação de uma nova rede lógica de telefonia e elétrica no DLP (Departamento de Logística e Patrimônio) da Brigada Militar não possuía corpo físico.

Medina no debate (Adriana Franciosi/ZH)
Militar de profissão, Medina iniciou o debate cumprimentando com uma continência em sinal de respeito aos telespectadores e seus rivais na campanha. Ao terminar, finalizou dizendo que se eleito fará diferença no Rio Grande do Sul. Proveniente de um partido independente que por não ter alianças, terá total liberdade para governar. “Quero servir o povo e não me servir dele”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário