-->

Google+ Badge

29 de jul de 2011

EUFEMISMOS e UTOPIAS

                 “O socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros”
                                                                                                      Margaret Thatcher

Os cidadãos, com mais de setenta anos, nascidos durante ou antes do início da 2ª Guerra Mundial, vivenciaram, na segunda metade do Século XX e na primeira década deste, experiências e desdobramentos surpreendentes da velha e conhecida luta de classes. Verdadeiras lições de vida.
Em 1886, depois do filósofo ateu, Friedrich Nietzsche ter afirmado que “Deus estava morto”, ocorreu um sensível declínio e o gradativo colapso do impulso religioso, fazendo com que aquele vácuo viesse a ser preenchido logo a seguir por novas doutrinas filosóficas; no lugar das crenças religiosas, surgiram então as ideologias seculares, com as quais estamos convivendo há quase um século. O inventário de violências e de fracassos delas foi espantoso.
Apesar dos históricos exemplos: comunismo, corporativismo, fascismo, nazismo, todos, regimes de resultados catastróficos, em nosso país, em particular, e no entorno dele, de um modo expressivo, políticos e adeptos militantes de uma dessas ideologias (o marxismo, hoje eufemisticamente mascarado sob o rótulo genérico de socialismo) continuam a insistir na implantação de regimes semelhantes, cuja natureza foi responsável, em passado distante e mesmo recente, pelo sofrimento de CENTENAS DE MILHÕES de indivíduos em todo o mundo.
A centralização evidente dos poderes e das decisões, a busca incessante de maiorias parlamentares a qualquer preço na clara intenção da implantação do “partido único” e o intenso regramento nas diferentes esferas da atividade humana, características conhecidas de governos totalitários, que podem ser constatados pelo excessivo número de leis e medidas que interferem, cada vez mais, na vida de todos os cidadãos, sem qualquer reação dos representantes eleitos pelo povo, cada vez mais preocupados com a repartição do butim.
O pífio desempenho dos parlamentares é proporcional à baixa qualificação das bancadas, preocupadas primeiramente com o loteamento de cargos e funções distribuídas pelo governo e, depois na manutenção daqueles conquistados. O emblemático e recente escândalo do Ministério dos Transportes confirma a assertiva. Enquanto isso ocorre o Legislativo permanece subordinado perigosamente aos interesses do Poder Executivo e o Judiciário cada vez mais identificado com a nova ordem.
Os programas de conteúdo social, necessários ao desenvolvimento do país e a uma melhor distribuição da riqueza, para minorar os antigos e conhecidos contrastes, são utilizados como moeda de troca pelos atuais governantes, com o intuito de se perpetuarem no poder, conquistando-o por uma nova modalidade do velho e conhecido voto de cabresto: “é dando que se recebe”... o voto.
A educação básica e intermediária, conduzida cada vez mais de forma ideologizada, repete e utiliza palavras-de-ordem (centralismo democrático, democracia plebiscitária, radicalizar a democracia, instâncias partidárias, etc...) e eufemismos que procuram mascarar a verdadeira intenção dos atuais governantes: a instalação de uma República Socialista fiel aos cânones marxista cerceadores das liberdades individuais.
O mingau vem sendo comido pelas bordas, paulatinamente, com a conivência e a omissão de autoridades que ignoram as lições de um passado não muito distante, esquecendo-se da obrigação de zelar pelo maior bem de qualquer nação civilizada: a LIBERDADE.
                               
           Porto Alegre, RS, 28 de julho de 2011
             Gen Bda Ref Carlos Augusto Fernandes dos Santos

26 de jul de 2011

Reunião com Presidentes de Comissões Provisórias Municipais

Foi realizada, em Porto Alegre, a reunião promovida pela Executiva Estadual do PRP com suas Comissões Provisórias registrada oficialmente e em formação. Presentes os presidentes Jair, de Sapucaia do Sul; Clóvis, de Bento Gonçalves; Cassiano, de Caxias do Sul; Machado, Vice Pres. de Gravataí e representantes de São Leopoldo, Cachoeirinha, Alvorada, Esteio, Porto Alegre e Canoas.

Foram 4 horas de intensos trabalhos, quando se constatou a vontade de todos em alcançar sucesso nas eleições de 2012.

Foi estabelecida, como prioridade, a eleição de candidatos do PRP. Para isso, concluiu-se como melhor possibilidade de eleger candidatos, de proteger-se contra a reforma que impeça coligações nas proporcionais e de fortalecer a sigla, a constituição de “nominatas pura”.

Foram dadas orientações administrativas às CP, sugeridos municípios para serem formadas novas CP e comunicado sobre a disponibilidade da utilização do blog do PRP/RS pelas CP Municipais. Marcada futura reunião em Porto Alegre, em setembro, e estimulada as reuniões nos municípios participantes.
Participantes ao término da Reunião.

Presidente Sparta abona Ficha de Filiação de
Elomar Boneberger

Presidente Sparta abona Ficha de Filiação de 
Luiz Carlos Padilha

18 de jul de 2011

Reunião da Executiva Estadual com as Municipais

O PRP/RS realizará reunião partidária, no dia 22 de julho de 2011, sexta-feira, com os integrantes da Executiva Estadual e presidentes, secretários e outros convidados das Comissões Provisórias Municipais já constituídas e em formação, para tratar das eleições de 2012.

- Programação

12:30 horas - Almoço no Clube do Comércio - Rua dos Andradas 1085 (Praça General Osório) – 3º. Andar (por adesão)
14:00 horas - Reunião na Rua dos Andradas 904 (Rua da Praia) – 4º. Andar

Pauta: Abertura, Comissões Provisórias Registradas e em formação, Programa FILIAWEB, Eleições 2012, Palavra aberta às CP, Diversos, Encerramento.

- É importante a presença de todas CP. Pedimos confirmar por correio-e ou telefone - 51 9328 4244.

Saudações, Sergio Sparta – Pres. PRP/RS

3 de jul de 2011

Reunião da Executiva Nacional com os Presidentes Regionais do PRP

Realizou-se sábado, dia 02 de julho, em Brasília, a reunião convocada pelo Presidente do PRP, Ovasco Resende. Responderam a convocação 25 presidentes regionais. Após a explanação do Presidente sobre a situação partidária atual e sobre a necessidade do PRP se firmar como entidade política no cenário nacional, o assessor jurídico e Presidente da Comissão Provisória do Rio de Janeiro, Dr. Osvaldo, falou sobre o andamento de propostas para a Reforma Política, e o assessor de Imprensa, Lelé Arantes, expôs sobre a utilização das logotipias do Partido e da disponibilidade do site da Nacional para as representações Estaduais e Municipais do Partido.

A seguir a palavra foi franqueada aos presidentes das regionais que apresentaram suas ações de trabalho, dificuldades e perspectivas. Houve unanimidade quanto a identidade, postura independente e integridade do PRP, como únicas formas para o seu crescimento. Foi ressaltada a obrigatoriedade da fidelidade e do cumprimento de compromissos partiários, como fatores fundamentais para a credibilidade da opinião pública, hoje descrente da política.

Foi lembrada a data de falecimento do fundador e patrono do PRP, Presidente Dirceu Resende, e enaltecido o seu caráter, como um exemplo a ser seguido pelos republicanos progressistas.

Ao final do encontro houve a comunicação, pelo Presidente Ovasco Resende, da próxima reunião a ser realizada em novembro deste ano, em São José do Rio Preto/SP, quando será inaugurada a sede do partido.

Presidente Sergio Sparta do RS, ladeado pelos Presidentes
Ernesto de PE e Presidente Delcides de GO.
 
Visão geral dos Presidentes partidários

Visão geral dos Presidentes partidários

O Jornalista Lelé Arantes faz sua apresentação aos participantes

O Presidente Jorge Luiz do Paraná durante seu pronunciamento

O Presidente Alegria da Bahia, fala a todos com alegria...

Presidentes Sergio Sparta/RS, Ovasco Resende/Nacional,
Maria da Luz/PB, Jorge Rezende/PA e Fabiano /SC