-->

Google+ Badge

12 de ago de 2010

Entrevista para Zerohora.com

Candidato a governador do Estado pelo Partido Republicano Progressista (PRP), Aroldo Medina foi o sétimo a participar da série especial promovida por Zerohora.com. Na tarde desta quinta-feira, o candidato foi entrevistado pelos jornalistas Letícia Duarte, Aline Mendes e Rafael Soares. Como principal característica de seu plano de governo, Medina defendeu uma administração militar com caráter 100% civil.
Medina na entrevista online
— O militar tem regra e planejamento para tudo. Não quero improvisar no meu governo. Vou mostrar que temos condições de fazer serviços públicos com melhor qualidade — enfatizou.

Extinção da Secretaria da Segurança Pública

Um dos pontos mais polêmicos do plano de governo do candidato do PRP é a extinção da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Para Medina, a melhor forma para combater a criminalidade é por meio de ações em um Comitê de Gestão Integrada, ligado ao gabinete do governador.

— Não quero interlocutor entre eu e o cidadão — afirmou Medina, garantindo ser o candidato com maior conhecimento na área de segurança pública, podendo acumular a função de secretário da pasta, juntamente com os chefes de corporações policiais.

Para qualificar a prestação de serviços públicos na área, ele defende investimentos em escolas de formação de policiais civis e militares, além de uma melhor remuneração da categoria.

Investimentos em educação

Quanto à educação, Medina promete, caso seja eleito, criar um canal direto de comunicação com os professores.

— O Cpers vai despachar comigo a hora que quiser — afirmou, assinalando que não irá cortar ponto de grevistas.

Para melhor a qualidade da educação no Estado, Medina defende ainda investimentos em laboratórios de Informática e Química, além de uma inovação nos currículos escolares.

— Precisamos resgatar a moral e cívica nas escolas, despertando os estudantes para o amor à Pátria — apontou.

Combate à corrupção

No plano de governo de Medina consta ainda a criação de um gabinete específico de combate à corrupção.

— O Brasil não foge à regra da corrupção. Existem pesquisas que apontam que 30% do dinheiro público é desviado através de obras superfaturadas e pagamento de propinas no país. É preciso haver um melhor controle dos gastos públicos.

O candidato defendeu também uma mudança de caráter dos candidatos.

— Irei cumprir a Constituição do Estado. Quero revolucionar fiscalizando obras públicas, licitações, todos os gastos do governo.

Relação entre sociedade civil e militar

Por fim, Medina enfatizou a necessidade de uma maior aproximação entre a sociedade civil e militar, por meio de um mudança de postura dos quartéis, policiamento comunitário e conhecimento da comunidade de quem faz a segurança de seu bairro.

— O meu governo vai se caracterizar pela participação popular, com o foco na melhora do funcionamento dos serviços públicos — arrematou.

Bate-papo com internautas

Após a entrevista, transmitida ao vivo, o candidato participou de um bate-papo com internautas por mais 30 minutos. O eleitores puderam enviar seus questionamentos ao candidato por meio da ferramenta de interatividade Cover it Live (leia aqui: http://migre.me/14j99). As perguntas foram selecionadas de acordo com a lei eleitoral e os critérios editoriais. 

Medina responde perguntas dos internautas

*texto e fotos do site Eleições 2010, do Clic RBS (http://migre.me/14jeS)


Nenhum comentário:

Postar um comentário